Heroes of Olympus RPG

[MISSÃO TESTE — Theodore Culhane]

Ir em baixo

[MISSÃO TESTE — Theodore Culhane] publicado em em Dom Out 28, 2018 9:34 pm

HEROES OF OLYMPUS



Theo dormia de uma forma inconstante em seu chalé, seus sonhos eram repletos de pesadelos torturantes. Ele sentia seu corpo paralisado, não conseguia mover-se. Sua respiração era falha e densa, como se estivesse em um ar cheio de umidade, quase que dentro da própria água. Ele via-se em uma sala escura, iluminada apenas por velas negras de chamas azuladas. Estava sentado em uma cadeira de madeira e seus pés e braços jaziam acorrentados por um metal negro e quente, que, além de esmagar seus membros, os deixavam quentes e em carne viva.

Do outro lado da sala podia-se ver uma espada largada de qualquer jeito, provavelmente sua própria arma antes de entrar ali. Ele fazia força mas aparentemente não conseguia se soltar. Sentiu um corte ser feito em seu pescoço e em pouco tempo seu próprio sangue começar a jorrar. Uma língua áspera deslizou por ali, fazendo-o ter náuseas.  As luzes se acenderam e ele pôde ver seis seres com máscaras de bronze sentados em círculo ao redor dele, todos observando o ser que lambera seu pescoço.

No fundo da sala podia-se ver uma porta, a única escapatória.

REGRAS:

- Olá querido, bem vinda a sua missão teste!
- Como filho de Selene, você foi capturado por uma seita e está sendo utilizado em um ritual de adoração.
- Está preso e as correntes estão bem firmes e encantadas, deve encontrar uma forma de sair, use a criatividade pois é um dos critérios avaliativos.
- Sua única arma é a espada que está no fundo da sala, ela é a única coisa que consegue matar os ritualistas.
- Eles não são pessoas de verdade e sim espectros, quero que narre como descobriu isso.
- O rosto deles é como o de um dementador, quando tira a máscara eles tentarão sugar sua alma, narre a experiência com pelo menos um.
- Ao derrotar os sete você terá de encontrar uma maneira de abrir a porta.
- Ao abrir a porta verá que tudo não passou de um sonho.
- Poderes liberados até o nível 5.
- Qualquer dúvida: mp/ chat.
- Tem uma semana.
- Boa sorte. <3

_________________
Hipnos Deuses Menores
avatar

Mensagens : 150

Data de inscrição : 27/09/2018

Localização : Onírico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MISSÃO TESTE — Theodore Culhane] publicado em em Sex Nov 02, 2018 9:19 am

We all are living in a dream
But life ain’t what it seems.


“In the dark
And I’m right on the middle mark
I’m just in the tier of everything that rides below the surface”



— AAAAAAAAAAAH!

O grito do semideus saiu de maneira abafada por conta da situação que estava. Theo abriu seus olhos ao mesmo tempo em que a dor em seus punhos e tornozelos apareceram. Seus olhos percorreram o ambiente ao redor, seu corpo reagiu a dor da queimadura tentando se levantar, mas foi quando percebeu que estava amarrado. Onde estava? O que era aquilo tudo? Demorou um tempo até que sua cabeça conseguisse se aquietar e fazê-lo controlar a respiração antes que fosse tarde demais.

— Quem está aí?

Questionou ao ouvir barulhos, mas o silêncio tornou a tomar conta do ambiente. Seu corpo estremeceu algumas vezes e seu rosto suava quase que o tempo todo. Seus olhar finalmente se fixou em algo que poderia ser a sua escapatória dali: sua espada, jogada ao chão do outro lado em que se encontrava. O brilho de sua lâmina refletia a pouca luminosidade que ali existia. Mais uma vez tentou se livrar da cadeira, novamente, em vão. Mesmo que utilizasse a pouca força que lhe restava, as correntes queimavam ainda mais sua pele, fazendo com que a dor o desconcentrasse.

Antes que pudesse continuar a tentativa de fuga, sentiu como se algo afiado passasse de raspão em seu pescoço. Talvez não tivesse sido tão de raspão assim: seu sangue começou a escorrer rapidamente. Se ele não fosse rápido, talvez não lhe restasse muito tempo de vida. Seus poucos pelos do corpo de eriçaram no momento em que a língua áspera tocou o local da ferida. O que quer que aquilo fosse, ele sabia que não era um bom sinal.

As luzes se acenderam repentinamente, fazendo-o fechar os olhos por conta da exposição rápida a claridade. Quando tornou a abri-los, encontrou os responsáveis pela sua “prisão”: seis mascarados observando um sétimo que lhe lambia ao pescoço.

— Quem são vocês?!

Ele gritou, mas não obteve resposta. Pelo contrário, todos continuaram imóveis enquanto o sétimo tornava a lambê-lo. Pois bem, agora que seus alvos estavam ali, podia bolar um plano de fuga. Seus olhos se fecharam devagar, tentando se concentrar em meio a situação que se encontrava. Logo, uma esfera de luz surgiu flutuando em cima de seu ombro direito. Ela começou a tomar forma até que se tornasse uma réplica pequena de uma lua cheia. Aquele poder lhe permitiria utilizar os poderes provindos da lua, ou seja, aumentaria alguns de seus atributos além de curá-lo gradativamente.

— Tudo bem, se não querem falar, vamos ver o que suas mentes dizem.

Uma luz dourada tomou conta de seus olhos quando tornou a abri-los, seu poder de ler os pensamentos era um tanto chamativo. A frustração ficou visível em seu rosto quando este não conseguiu ler uma mente se quer, era quase como se não existisse mente para ser lida. Fechou os olhos e tornou a abri-los, desativando o poder. Os demais pareceram não se incomodar até então, continuavam parados observando o chupa-sangue que vez ou outra lambia a área sangrada do semideus.

Foi quando, observando melhor ao redor, Theodore compreendeu do que se tratava: um ritual. As marcas no chão, o posicionamento das cadeiras e o que estava acontecendo fez com que ele percebesse na hora do que se tratava: um ritual de reencarnação. Eles utilizariam seu sangue para voltar a vida. Por isso não conseguiu ler a mente deles, não passavam de espectros, qualquer coisa que fizesse relacionado a isso, não funcionaria contra eles. Agradeceu internamente a sua deusa materna por lhe permitir ter conhecimento daquilo, mas odiou-lhe por ser a deusa que representa a lua, um dos símbolos mais fortes relacionados a magia, o que o tornaria - consequentemente – alvo constante dessas situações.

— Tudo bem, já entendi o que se passa aqui. Mas vocês não acham que existe forma mais fácil de se retornar a vida?

Pode parecer loucura ele começar a conversar naquele momento, mas fazia parte do seu plano de escapatória. Enquanto tagarelava tentando atrair a atenção dos espectros, utilizou de seu poder relacionado a gravidade para criar quatro esferas gravitacionais ao redor de seus pulsos e tornozelos, fazendo assim com que as correntes não conseguissem tocar sua pele por mais que tentasse. Aos poucos essas esferas iam duplicando deu diâmetro, afastando e alargando as correntes encantadas que pareciam nunca se quebrar, apenas cresciam para se moldar ao ‘corpo’ em que estavam presas.

— ...será que nenhuma dessas opções lhe agradam?

Aquela última fala saiu com um sorriso no canto de sua boca, as correntes estavam largas o suficiente para que conseguisse escapar dali. Rapidamente retirou os membros de dentro das esferas gravitacionais e em um pulo jogou-se ao chão na sua frente. Quando perceberam a movimentação dele, todos os espectros avançaram emitindo um som macabro. Culhane curvou seu corpo no chão como um bebê na barriga da mãe, e ao estica-lo novamente emitiu um grande brilho para todos os lados, afastando os inimigos para longe por conta da claridade.

Aquele ataque possibilitou-lhe tempo para rolar até onde sua arma estava. Assim que segurou na bainha da espada, as faixas existentes nela se fixaram em seu braço direito, tornando uma espécie de extensão de seu membro. Theo só era de falar muito para distrair adversários, no mais, o silêncio predominava todo o campo de batalha.

A lâmina lunar da espada fincou o primeiro espectro que tornou a avançar bem no meio, fazendo-o urrar e desaparecer, deixando para trás apenas a máscara de bronze que utilizava. Os outros seis cercaram o semideus e começaram a circulá-lo diminuindo o espaço existente entre eles para encurralá-lo e realizar um ataque múltiplo. O garoto resmungou algo que parecia ser uma prece aos deuses e começou a sua movimentação.

Ele correu no mesmo sentido que os espectros se movimentavam, dentro do circulo formado por eles. Seu braço-espada era estendido para fora de maneira a apontar a lâmina afiada para os sem vida. Quem visse a cena de cima, com certeza acharia bonita a dança circular que a luminosidade da arma proporcionava. Aos poucos, fumaças negras eram explodidas ao entrarem em contato com o equipamento.

Agora só lhe restava um. Exatamente o que tomara seu sangue anteriormente. Antes que pudesse realizar qualquer movimento, ele retirou sua máscara revelando a sua ‘não-face’, contendo apenas uma espécie de boca assustadora. Aquilo fez com que o semideus recuasse um pouco, era de fato pavoroso. Quando tomou coragem para ir para frente, o espectro foi mais rápido e se aproximou com a boca aberta.

Theo sentiu seu corpo quase que congelar, seus pensamentos pareciam estar sendo sugados para fora de seu corpo, era como se estivesse tentando separar carne e alma. Ele estava preso pela sucção do inimigo. Ele só tinha uma oportunidade e concentrou toda sua energia que restara em seu braço afiado, levantando-o devagar até que finalmente sua lâmina atingisse a lateral do espectro e perfurasse-o lentamente. Sua alma “retornou” ao seu corpo no momento em a última máscara caiu no chão. O filho da lua cambaleou até a parede mais próxima, apoiando-se no local.

Seu corpo estava quente pela movimentação que executava e por isso não sentia as dores de antes, mas quando este finalmente esfriou, parecia que elas retornaram com mais força. Sua respiração ofegante e seu corpo estremecido não permitiu que ele se movimentasse logo em direção a única porta que existia ali. Cinco minutos se passaram até que ele finalmente tocou a maçaneta da porta e recebesse uma espécie de descarga elétrica.

Encantada. Não era de se estranhar. Ele bufou e respirou fundo, tentando se acalmar e lembrar de algum encantamento que permitisse saísse dali. Runa de limpeza, era a única opção que tinha: escrever com sangue, na porta, o símbolo da runa que retira todo encantamento de algo por um curto período de tempo. E foi o que fez. Utilizou o próprio sangue que aos poucos parava de jorrar de seu pescoço, fazendo o símbolo mágico no corpo da porta.

Assim que o símbolo emitiu um brilho indicando ter funcionado, não pensou duas vezes e abriu a porta para correr para fora. O que ele não esperava era que atrás da porta não havia nada, apenas uma imensidão escura que o seu corpo caia sem nunca tocar ao chão.

~*~

— AAAAAAAAAAAH!

O semideus estremeceu no momento em que se levantou da cama, ficando sentado na mesma hora do grito. Ele levou as mãos até a testa e aproveitou para olhar os pulsos, intactos. A luz do luar invadia a janela de seu quarto no chalé, revelando o ambiente e a cama molhada com o suor do rapaz. Um sonho. Tudo não passou de um terrível sonho. Theo respirou aliviado e jogou seu corpo suado para trás, tornando a cair com a cabeça no travesseiro.

— Mãe... te odeio.

Resmungou antes de tentar dormir novamente.

Observações:
~ Considerei a espada como sendo a espada de reclamação dos filhos da deusa.
~ Tinha alguma coisa pra colocar como ponto 2 da observação, mas esqueci haha

Equipamento Utilizado:
LUNAIRE: Trata-se de uma espada prateada como a própria lua. Seu cabo é negro e envolto de faixas que, como se possuíssem vida própria, tomam conta do braço do semideus de Selene, envolvendo-o e fazendo com que seu braço e arma sejam um só. A espada é feita do metal retirado das pedras contidas no lado negro da lua, portanto, sua energia lunar é poderosíssima e podem aumentar os atributos do semideus como agilidade, força e resistência, mesmo durante o dia. Ao movimentar-se, a lâmina parece apenas o brilho da própria lua e ao toque é cálida, absorvendo o sangue e ficando ainda mais afiada. [PRESENTE DE RECLAMAÇÃO]

Poderes Utiizados:
Passivos:

Nível 01:
Luar I: Sempre que à luz de qualquer fase da lua, o filho de Selene ganha um bônus em batalhas.
Agilidade: A maioria dos animais noturnos tem uma agilidade fora do comum. Os filhos de Selene herdaram essa agilidade, podendo escalar, esquivar e atacar com maior facilidade.
Nível 02:
Cura Lunar: Os filhos de Selene sempre que lutam á luz da Lua recuperam 10 de Hp
Nível 05:
Afinidade Mágica: Filhos de Selene tem afinidade com a magia, tendo maior conhecimento sobre rituais e magias do que outros heróis. {Créditos a Heroes of Olympus}
Ativos:

Nível 02:
Olhos brilhantes: Quando a Lua está no alto, os filhos de Selene podem usar esse poder para ler os pensamentos do inimigo. Seus olhos brilham intensamente, impedindo qualquer um de olhar o filho de Selene nos olhos, e só pode usar uma vez por missão.
Nível 04:
Pequena Lua: Permite aos Filhos de Selene fazerem uma espécie de mini lua ao seu lado, que sempre os seguem, iluminando tudo e permitindo utilizar seus poderes baseados no luar, durante o dia e a noite.
Nível 05:
Gravidade Lunar: Os Filhos de Selene podem reproduzir a gravidade lunar em determinado lugar, podendo até voar, caso use em si mesmos
Brilho Supremo I: Apesar de voce ser tão brilhante quanto a Lua, seu brilho é igual ao de um holofote de shows. (Requer 30 de Energia)

look at me
Theodore Culhane Filhos de Selene
avatar

Mensagens : 6

Data de inscrição : 27/10/2018


Ficha do Semideus
Vida Vida:
120/120  (120/120)
MP MP:
70/120  (70/120)
Nível Nível: 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MISSÃO TESTE — Theodore Culhane] publicado em em Sex Nov 02, 2018 10:22 am

HEROES OF OLYMPUS



Deuses! Você foi muito bem garoto! Gostei muito como conseguiu captar todos os detalhes do que eu havia lhe dito, seguiu todas as instruções com eficiência e perfeição. E o que falar de sua escrita, hein? Maravilhosa! Não encontrei erros, foi algo muito leve e fluído, uma leitura fácil mas não desinteressante. Seja muito bem vindo, filho de Selene!

Ortografia: 5/5
Criatividade: 5/5
Coerência: 4/5
Ações Realizadas: 55

+ 200 Xp
- 50 de Energia (devido ao estresse e aos poderes)

_________________
Hipnos Deuses Menores
avatar

Mensagens : 150

Data de inscrição : 27/09/2018

Localização : Onírico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [MISSÃO TESTE — Theodore Culhane] publicado em

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum