Heroes of Olympus RPG

Enfermaria

Ir em baixo

Enfermaria publicado em em Seg Jun 15, 2015 7:16 pm





Quando um campista qualquer, se machuca gravemente ele vem para a nossa enfermaria, assim, é normalmente, curado com ambrósia e néctar.

Para dúvidas adversas, pergunte no sub-fórum: Dúvidas e Suporte









_________________
Poseidon Deuses
avatar
Mensagens : 55

Data de inscrição : 22/03/2015

Idade : 19

Localização : Olimpo(Casa de Show RJ)


Ficha do Semideus
Vida Vida:
0/0  (0/0)
MP MP:
100/100  (100/100)
Nível Nível: Infinity

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Ter Out 09, 2018 9:50 pm

Nível: 2
Recuperação

Meu corpo trazia as marcas do último combate e precisava da ajuda dos Curandeiros para me curar. Havia me lavado e não havia mais suor, sangue ou terra no corpo, mas precisava de curativos e cura. Havia tentado descansar, mas meu corpo não se recuperara bem ainda. Quando entrara na enfermaria e me acomodei em uma das camas, aguardando atendimento, percebi que não era o caso mais grave ali mesmo tendo alguns semideuses em estado melhor. Quieta olhando o chão, vi pelo canto dos olhos uma garota loira se aproximar sorrindo e ergui os olhos. Antes que perguntasse, mostrei a ela as marcas de luta e queda.

- Na floresta... Poderia dar um jeito? Foi um cão infernal, então acho que não teve nenhum envenenamento nem nada. - Após a explicação, vi a jovem se virar e ir buscar alguma coisa para mim. Ao voltar, entregou-me um pouco de ambrósia e néctar. A barrinha de ambrósia era pequena, como essas de chocolate que em três mordidas acaba, e o néctar não era mais que um frasquinho de yakult. Ingeri os alimentos divinos devagar, com uma mordida e um gole pequeno intercalados e com alguns segundo entre si. Temia que se ingerisse demais ou com muita rapidez acabasse passando mal ou morrendo. Afinal, era algo feito para os deuses e não aos mortais, ainda que servisse como forma de nos curar.

- Na próxima, é melhor levar poções de cura comigo. - Reclamei, antes dar o último gole no néctar sabor morgando e depositar o pequeno frasquinho sobre um criado mudo que ali residia. Estiquei-me ainda sentada e olhei ao redor, decidindo tirar os sapatos e me recostar na cama até o efeito daqueles remédios fazerem efeito. Assim, não notara quando adormeci e, ao despertar, já estava bem melhor do que antes.
(C) Ross
avatar

Mensagens : 13

Data de inscrição : 05/10/2018

Idade : 15


Ficha do Semideus
Vida Vida:
120/120  (120/120)
MP MP:
120/120  (120/120)
Nível Nível: 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Ter Out 09, 2018 10:24 pm

Heroes of Olympus

HP e Energia Restaurados.
Zeus Deuses
avatar

Mensagens : 217

Data de inscrição : 02/03/2014

Localização : Monte Olimpo


Ficha do Semideus
Vida Vida:
0/0  (0/0)
MP MP:
0/0  (0/0)
Nível Nível: Error 404 - Not Found

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Seg Out 15, 2018 9:01 pm

Machucada e cansada de minha viagem a Seatle, somada aos treinos no lugar, havia ido praticamente arrastada por D'evil para me recuperar. O sátiro me deitou na cama e quando um curandeiro se aproximou tomou a fala para explicar o que acontecera. Ataque de uma planta em um ônibus, uma possível amazona psicopata me atacando por trás e fraqueza. Os olhos azuis do semideus me encontraram e concordei com a cabeça, suspirando antes de falar e me arrependendo disso.

- Acho que não são graves e não doem tanto mais... Mas ainda estão feios. E me sinto bem cansada. - Comecei a explicar sobre minhas dores e cansaço. Perguntei se havia alguma chance de estar doente e por isso aquela sensação de fraqueza. O rapaz negou e pediu para que esperasse. Ao retornar, trazia uma pequena poção vermelha e outra azul, que me entregou e pediu para tomar uma de cada vez.

Apesar de detestar um homem me sugerindo o que fazer, atendi seu pedido porque precisava de tratamento médico. Tomei primeiro a poção vermelha, que começara a recuperar meus ferimentos e fecha-los. A dores iam embora junto aos ferimentos e nas mãos e braços podia ver que nem ao menos as cicatrizes ficaram. Coloquei o frasco vazio em cima da mesinha de cabeceira e respirei fundo. A poção tinha gosto de frutas vermelhas, o que era agradável. Esperava que a azul também tivesse um gosto bom... E ao prova-la descobri que era gosto de mirtilos. Desceu muito mais fácil pela garganta, apesar de também ser mais fria do que a outra, e quando terminei de beber sorri com a face corada. Ainda não estava plenamente recuperada, mas sentia a energia se espalhando por meu corpo de dentro para a fora. Em instantes, estaria plena.

Quando o sátiro terminou de verificar meu estado físico, me pegou no colo e arrastou para fora, agradecendo ao curandeiro.
avatar

Mensagens : 14

Data de inscrição : 08/10/2018


Ficha do Semideus
Vida Vida:
30/110  (30/110)
MP MP:
10/110  (10/110)
Nível Nível: 2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Ter Out 16, 2018 6:44 am

Heroes of Olympus

FULL Hp/Mp

_________________
Hipnos Deuses Menores
avatar

Mensagens : 150

Data de inscrição : 27/09/2018

Localização : Onírico

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Ter Out 16, 2018 12:19 pm

JUST HELL


Apesar de não estar fisicamente machucada, Tay sabia que estava esgotada psicologicamente. O uso demasiado de poderes fizera com que toda a sua energia se esvaísse e com que ela se sentisse como um saco de batatas depois de uma viagem sem cinto de segurança. A jovem garota, deitada na cama de seu chalé, sabia que, acima de tudo, precisava de um bom e longo banho. Já conseguia sentir o cheiro de suor forte devido seu último trabalho. Já começava a ter vontade de começar a chamar de: os doze trabalhos de Tay, de tanto que andava aprontando no acampamento.

[Levantou-se e passou as mãos pelo rosto, grunhindo em seguida. A verdade é que estava morta de preguiça mas sabia que um banho resolveria e muito a sua situação. Caminhou a passos lentos e observou, pelo canto do olho, sua irmã dormindo profundamente.

- Que vaca sortuda, sem nada para fazer. - Bufou e revirou os olhos.

Tay entrou no banheiro e largou sua camiseta do acampamento e calça no chão, de qualquer jeito. Entrou para dentro do box de paredes de vidro, fechou a porta e logo abriu a torneira, fazendo com que a água gélida batesse de encontro ao seu corpo.

Querendo ou não, era incrível como aquela água era reconfortante. Parecia preencher os espaços vazios dentro dela, relaxando seus músculos e reconfortando-a, tal como um abraço. A garota logo pegou o sabonete e passou pelo corpo, vendo a água sair turva aos seus pés devido ao acúmulo de pó da última tarefa na enfermaria. Ela levou as mãos em forma de concha para seu rosto e logo o banhou também com aquela água gelada acordando de vez.

Logo chegou a hora de passar o shampoo. Tay gostava de usar shampoo neutro, o cheiro de bebê de alguma forma era reconfortante para a garota, fazia sentir-se mais leve e mais próxima de sua mãe, por algum motivo que nem ela mesmo conseguia compreender. Após ter ensaboado as madeixas loiras, tratou de enxaguar, sentindo seus fios mais leves e soltos no mesmo momento.

Tay levou a mão a toalha branca e enxugou primeiramente seu rosto, dando um suspiro de alivio por estar se sentindo tão bem após o banho. Logo em seguida ela enxugou seu corpo e enrolou a toalha nos cabelos, para que pudessem secar mais naturalmente. Pegou as roupas no chão e logo as colocou no cesto de roupa suja, não estava disposta a ser pega de surpresa com uma inspeção de última hora.

Após ter feito isso, vestiu sua camisa do acampamento e um shorts, retirou a toalha dos cabelos e os secou, enfim. Passando-a ao longo dos fios loiros. Pegou sua escola de cabelos e tratou de desembaralhar mexa por mexa, para que não tivesse grandes complicações mais tarde. E, por fim, usou o secador para seca-los por completo. Tudo o que a jovem semideusa não queria era pegar um resfriado por dormir de cabelos molhados.

[...]

Tendo feito isso, caminhou a passos lentos em direção a enfermaria, sendo observada pelos curandeiros de Apolo. Provavelmente já deveriam estar sabendo quem fora a responsável por tacar uma múmia de 300 anos num semideus e ainda sair tirando onda da situação. Mas Tay não era o tipo de pessoa que ficava com vergonha das coisas, pelo contrário, ela era ousada demais para sentir vergonha.

Adentrou na enfermaria e nem precisou dizer mais nada, uma prole de Apolo, Lux, logo que a viu já sabia que mal se aguentava em pé. Lhe deu um sorriso caloroso e a conduziu até a maca mais próxima. Após ter se deitado, a semideusa se aproximou de Tay com uma seringa e uma fita de silicone, amarrando-a no braço da jovem para que suas veias ficassem visíveis.

- Uma dose de morfina será o suficiente.

Quando Tay estava prestes a reclamar da agulha, já era tarde. A garota já havia injetado a substância e logo a prole de Hécate caiu no sono.


Tay Hooks Baudry Mentalistas de Psique
avatar

Mensagens : 57

Data de inscrição : 21/08/2014


Ficha do Semideus
Vida Vida:
200/250  (200/250)
MP MP:
85/250  (85/250)
Nível Nível: 16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Ter Out 16, 2018 12:55 pm

Heroes of Olympus

FULL Hp/Mp

_________________
you got a fetish
for my love, i push you out
avatar
you need to be cold to be queen

Mensagens : 56

Data de inscrição : 20/09/2018


Ficha do Semideus
Vida Vida:
0/0  (0/0)
MP MP:
0/0  (0/0)
Nível Nível: Suficiente

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Sab Out 20, 2018 2:05 pm


Uma noite.



Após o combate contra a manticora segui sozinho para a enfermaria. Não cheguei a me importar com os responsáveis pelo local, estava com dor, arranhado e até mesmo sentindo um pouco os efeitos da desidratação. Sem aviso prévio sentei em uma das camas permanecendo com uma bela cara de paisagem, quando alguém se aproximou comentou extremamente animado.

— Assistir o seu combate! Tem que melhorar muito seus ferimentos são apenas a prova do que falta. —

(Ele mesmo seria incapaz de ter feito melhor, mas deveria deixar o novato ávido por praticar ainda mais…)

Apenas assentir aceitando seu conselho, silêncio por um longo tempo até receber seu pedido para retirar a camisa para tratar dos ferimentos. Retirou a maior parte da sujeira dos ferimentos e passou um anti-séptico ardido que me fez enrugar o rosto em resposta, provavelmente incomodado com meu silêncio. Assim terminou de suturar um dos cortes de garra no meu ombro, entregou dois cubinho de ambrósia recomendando que eu passasse a noite na enfermaria. Continuou a tratar as lacerações com gases e outras coisas supérfluas, de fato um simples mergulho no mar faria maravilha mas deveria dar alguma “cara” para as prole de Apolo.

Após uma boa noite de sono continuei a esperar pela tão esperada alta. Assim, na manha seguinte entregou um copinho de néctar concordando que minha recuperação estava completa, me retirei da enfermaria sem comentar nada de especial, apenas mais um dia.



~Argonauta’Ever (00/00) ~with Alone~In The First Aid Room


Rachid I. Schmul Filhos de Poseidon
avatar
Príncipe com Mil Inimigos

Mensagens : 21

Data de inscrição : 11/10/2018

Idade : 15

Localização : Acampamento - Chalé 3


Ficha do Semideus
Vida Vida:
230/230  (230/230)
MP MP:
230/230  (230/230)
Nível Nível: 13

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Sab Out 20, 2018 4:12 pm

Only a Dream


Calvin andava sentindo-se muito cansado. As noite de sono não conseguiam, de forma alguma, fazê-lo recuperar sua energia perdida. Pelo contrário. Cada vez que adormecia sonhava com Phobetor invadindo sua mente, deixando-o repleto de sonhos ruins e lembranças de um passado confuso e ofuscado que nem ele mesmo saberia ao certo.

Caminhou até o banheiro e deixou que a água gelada banhasse o seu corpo, limpando tanto a areia da praia quanto as lembranças da discussão que havia tido com Aileen. Odiava brigar com a noiva mas a insistência dela em não metê-lo em meio aos seus assuntos o aborrecia, ainda mais quando ele tinha uma leve parcela de culpa em tudo o que estava acontecendo, em toda a maldição que circulava ao redor dela mesmo.

Ainda tinha a lembrança de seus irmãos, Phantasus e Morfeu, o irritando. Fazendo com que ele se sentisse na obrigação de chamar mais pessoas para serem seguidores dos deuses. Para fortalecê-los, e, dessa forma, manter o equilíbrio entre os três universos dentro das divisórias dos sonhos.

Era muito a se pensar, talvez fosse isso que estivesse deixando o garoto tão acabado. Terminou o banho e vestiu uma camisa do acampamento e uma bermuda, saindo desarmado dali e indo em direção a enfermaria do acampamento.

[...

Chegando a enfermaria ele logo foi recebido por uma prole de Apolo: Lux. Ela sorriu de forma simpática para ele, e, em pouco tempo, o conduziu até uma das macas. Ela viu que o garoto estava aparentemente bem e então o questionou sobre o que estava incomodando-o e fazendo-o não sentir-se bem.

Ele tentou resumir ao máximo o quanto os sonhos haviam deixado-o cansado e frustrado, ela pensou por um tempo absorvendo todas as informações e logo preparou uma poção com analgésicos, relaxantes musculares e algumas ervas, para relaxar o semideus e fazê-lo dormir sem que pudesse ter alguns sonhos ou pesadelos. Apenas para que pudesse dormir.



Calvin Sprouse Filhos de Hipnos
avatar

Mensagens : 81

Data de inscrição : 03/09/2014

Idade : 21

Localização : refeitório q


Ficha do Semideus
Vida Vida:
135/160  (135/160)
MP MP:
120/160  (120/160)
Nível Nível: 6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Seg Out 22, 2018 8:39 am

Heroes of Olympus

FULL Hp/Mp

_________________
Hécate
Hécate Deuses Menores
avatar

Mensagens : 90

Data de inscrição : 30/09/2018

Localização : Nas sombras


Ficha do Semideus
Vida Vida:
100000/100000  (100000/100000)
MP MP:
100000/100000  (100000/100000)
Nível Nível: Divino

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Sab Nov 10, 2018 1:24 am

Revigorar


"Quando a energia é boa, o sorriso é sincero." -Jader Amadi



— É sério Evan, não precisa.

— Mas o Curandeiro falou, eu só estou te ajudando.

Sarah estava sentada em uma maca, com as pernas sem tocar o chão e com Evan Finley, filho de Eros, de pé na sua frente. O garoto passava um gel verde e translúcido no ante-braço da filha de Íris.

— Mas eu posso fazer isso sozinha, é sério. — Sarah falava aquilo mas, no fundo, seu coração estava um tanto quanto alegre ao ter a companhia do semideus com ela.

— Olha, — O rapaz levantou seu olhar encarando a tatuada. Olhos esses que costumavam cortar o ar da menina. — Eu sei o quanto você é forte, habilidosa e ágil, okay? Em nosso último treino, você viu o que aconteceu? Deixe eu pelo menos servir para alguma coisa.

— Não é isso Evan. Como assim servir? Você está se desmerecendo e... — O contato visual com aqueles olhos escuros como a noite, que escondiam o lado fofo de Evan, fizeram Sarah esquecer o que ia dizer. — Ah... Tudo bem, mas não se acostuma, okay?

Era dia, quase horário do almoço, e Evan espalhava cuidadosamente a pomada nos hematomas mais aparentes no braço direito da filha de Íris. Talvez suas tatuagens estivessem atrapalhando um pouco, pois o semideus espalhava o remédio bem devagar, mas mesmo assim o rapaz fazia um bom trabalho. O curandeiro responsável tinha se retirado por alguns minutos, deixando a última etapa do tratamento com os garotos.

Os dois semideuses passaram a madrugada anterior na enfermaria, enfaixados com ataduras banhadas em uma solução de cheiro forte. Pior do que isso só o sabor do remédio que precisaram tomar antes de dormir. Tudo isso porquê Sarah acabou dando entrada no hospital quase desmaiando, com princípio de esgotamento e carregando Evan nos ombros.

Os dois garotos apenas tinham feito um treinamento comum, mas que acabou se transformando em uma batalha de vida ou morte dentro da Arena do Acampamento. Se Sarah soubesse que ela acabaria naquela situação, ela não teria agido cheia de impulso ao enfrentar aquela Dracaena descontrolada. Mas parece que é só assim que os semideuses se tornam realmente fortes no universo mitológico, apenas em situações de quase-morte.

Os dedos de Evan, correndo pelo braço tatuado de Sara, fizeram um frio na barriga surgir na garota. Ela já sentia palpitações toda vez que ele pegava em sua mão ou quando aquele sorriso bobo vinha em sua direção, além disso, receber um carinho com todo aquele cuidado e dedicação, fazia Sarah ficar toda arrepiada.

— Okay, está bom. — Ela segura a mão do garoto. — Está bom Evan, acho que você já passou em tudo.

— Tem certeza? — Ele pergunta tentando se certificar.

— Sim sim... Olha... — Ela puxa o queixo dele, fazendo com que o filho de Eros olhasse para ela. — Está tudo bem, estou me sentindo melhor, okay?

Ele demorou um pouco analisando as palavras de Sarah, mas no fim concordou com a cabeça.

A pequena Gray já estava realmente de sentindo revigorada, pronta pra outra, mas ambos só foram liberados depois que o Curandeiro responsável retornou de seu chamado.

Sarah Gray Filhos de Íris
avatar

Mensagens : 65

Data de inscrição : 16/09/2018

Idade : 18

Localização : Acampamento Meio-Sangue


Ficha do Semideus
Vida Vida:
260/260  (260/260)
MP MP:
260/260  (260/260)
Nível Nível: 17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Sab Nov 10, 2018 9:29 am

Heroes of Olympus

Que post fofo <3
Full Hp/Mp

_________________
avatar

Mensagens : 142

Data de inscrição : 23/08/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Sab Nov 17, 2018 6:36 am


quatro dias.


Já havia alguns dias em me sentia cada vez mais cansado. Mas agora realmente estava em um estado de dar pena, enquanto esperava sentado em uma das cama da enfermaria lutava contra uma enorme vontade de deitar ali e dormir. Quando finalmente fui atendido a conversa foi um tanto quanto genérica.

— Andou dormindo pouco recentemente Rachid? —

Assentir com a cabeça confirmando sua pergunta, não havia mistério sobre isso. Desde o evento do halloween estava muito difícil conciliar o que sentia, mas lentamente estava me acostumando a minha nova condição. Depois disso recebi o de sempre, néctar e ambrosia ficando por observação na enfermaria… Passei quatro dias na enfermaria. Parecia que havia abusado da minha energia mágica causando alguma lesões internas mas graças ao tratamento do local, acabei tendo de tomar uma solução aquosa horrível no qual falaram que ela remédio, depois disso já me sentia bem o suficiente, mas acabaram me injetando um potente sonífero no qual me apagou por quase dois dias, sendo assim aprendi que nunca se deve ir contra os enfermeiros de apolo… Quando finalmente levei alta da enfermaria quando já estava em cima do baile de inverno, sendo assim iria procurar uma roupa e  era para lá que seguir.



~Argonauta’Ever (00/00) ~with Alone~In The First Aid Room


Rachid I. Schmul Filhos de Poseidon
avatar
Príncipe com Mil Inimigos

Mensagens : 21

Data de inscrição : 11/10/2018

Idade : 15

Localização : Acampamento - Chalé 3


Ficha do Semideus
Vida Vida:
230/230  (230/230)
MP MP:
230/230  (230/230)
Nível Nível: 13

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em em Dom Nov 18, 2018 3:40 pm

Heroes of Olympus


Full Hp/Mp

_________________
avatar

Mensagens : 142

Data de inscrição : 23/08/2014

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria publicado em

Conteúdo patrocinado
Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissoes deste sub-fórum
Você não pode responder aos tópicos neste fórum